Entretenimento

História Engraçadas De Situações Complicadas

Todo dia é necessário que a gente dê um pouco de risada, e foi pensando nisso que agora vamos mostrar a você algumas historinhas engraçadas, pra você sair um pouco da rotina.

•Um homem de idade avançada vivia sozinho numa cidadezinha, nos EUA e ele queria virar a terra de seu jardim para poder plantar flores, mas era um trabalho muito pesado, Seu único filho, que normalmente o ajudava nesta tarefa estava na prisão.

O homem então escreveu a seguinte carta ao filho, reclamando do seu problema:

“Querido filho, estou triste porque me parece que este ano não vou poder plantar no meu jardim. Detesto não poder fazer, porque sua mãe adorava flores nesta época do ano.Mas estou muito velho para cavar a terra, Se você estivesse aqui, eu não teria esse problema, mas sei que você não pode me ajudar com o jardim, pois está na prisão.Com amor Teu Pai”

Pouco Depois o Ancião recebeu o seguinte telegrama:

“Pai pelo amor de Deus! Não escave o jardim, Foi lá onde escondi os corpos que matei.

_________________________________________________________________________________________

•Eu tenho o sono muito leve, e numa noite dessas notei que havia alguém andando sorrateiramente no quintal de casa.
Levantei em silêncio e fiquei acompanhando os leves ruídos que vinham lá de fora, até ver uma silhueta passando pela janela do banheiro.
Como minha casa era muito segura, com grades nas janelas e trancas internas nas portas, não fiquei muito preocupado, mas era claro que eu não ia deixar um ladrão ali, espiando tranqüilamente.
Liguei baixinho para a polícia, informei a situação e o meu endereço. Perguntaram- me se o ladrão estava armado ou se já estava no interior da casa. Esclareci que não e disseram-me que não havia nenhuma viatura por perto para ajudar, mas que iriam mandar alguém assim que fosse possível.
Um minuto depois liguei de novo e disse com a voz calma:
-Oi, eu liguei há pouco porque tinha alguém no meu quintal. Não precisa mais ter pressa. Eu já matei o ladrão com um tiro da escopeta calibre 12, que tenho guardada em casa para estas situações. O tiro fez um estrago danado no cara!
Passados menos de três minutos, estavam na minha rua cinco carros da polícia, um helicóptero, uma unidade do resgate, uma equipe de TV e a turma dos direitos humanos, que não perderiam isso por nada neste mundo.
Eles prenderam o ladrão em flagrante, que ficava olhando tudo com cara de assombrado.
Talvez ele estivesse pensando que aquela era a casa do Comandante da Polícia.
No meio do tumulto, um tenente se aproximou de mim e disse:
-Pensei que tivesse dito que tinha matado o ladrão.
Eu respondi:
– Pensei que tivesse dito que não havia nenhuma viatura disponível.

__________________________________________________________________________________________________

•Uma família de tartarugas decidiu sair para um piquenique.
As tartarugas, sendo naturalmente lentas, levaram 7 anos preparando-se para o passeio.
Passados 6 meses, após acharem o lugar ideal, ao desembalarem a cesta de piquenique descobriram que estavam sem sal.
Então, designaram a tartaruga mais nova para voltar em casa e pegar o sal, por ser a mais rápida.
A pequena tartaruga lamentou, chorou e esperneou.
Concordou em ir, mas com uma condição: que ninguém comeria até que ela retornasse.

Três anos se passaram… Seis anos… E a pequenina não tinha retornado.
Ao sétimo ano de sua ausência, a tartaruga mais velha já não suportando mais a fome, decidiu desembalar um sanduíche.
Nesta hora, a pequena tartaruga saiu de trás de uma árvore e gritou:
“Viu! Eu sabia que vocês não iam me esperar. Agora que eu não vou mesmo buscar o sal.”

__________________________________________________________________________________________________________________-

•Isaquinho vai pegar martelo na casa de Abraão.
Abraão não está pai.
Pega martelo na casa de Jacó.
Jacó emprestou martelo pra Levi.

Então vai pegar martelo com Levi.
Levi foi viajar.

Então pega nossa martelo mesmo!

___________________________________________________________________________________________________________________________

•Um velhinho foi ao supermercado e colocou a ração de gato mais cara no carrinho.
A moça do caixa disse:
– Me desculpe, mas nós não podemos lhe vender a ração de gatos sem provas de que o senhor realmente tem gatos.
Muitos idosos compram ração de gatos para comer, e a gerência quer provas de que o senhor esteja realmente comprando a ração para o seu gato.
O velhinho foi para casa, pegou o gato e o levou ao supermercado e eles então venderam a ração prá gato.
No dia seguinte, o velhinho foi ao supermercado novamente e comprou 12 dos mais caros biscoitos prá cachorro.
A caixa, novamente, pediu provas de que ele realmente tinha um cachorro,
explicando que os idosos costumavam comer comida de cachorro.
Frustrado, ele foi para casa e voltou com seu cachorro.
No dia seguinte, o velhinho trouxe uma caixa com um buraco na tampa e pediu para a moça colocar o dedo no buraco.
A moça do caixa disse:
– Não, pode ter uma cobra aí dentro?
O velhinho lhe assegurou que não havia nada na caixa que pudesse
mordê-la.
Então a moça do caixa colocou o dedo no buraco, tirou e disse:
– Hummmmm… Tem cheiro de Coco!
O velhinho então sorriu de orelha a orelha:
– Agora, minha querida, eu posso comprar três rolos de papel higiênico?

________________________________________________________________________________________________________________________________

•Na fila do ônibus estavam o pai e todos seus 16 filhos.
Junto deles, um senhor de meia idade, com uma das pernas de pau.
O ônibus chegou, a criançada entrou primeiro e ocupou todos os bancos vazios. Os dois senhores entraram e ficaram de pé.
Na arrancada do ônibus o senhor da perna de pau, com visível dificuldade, desequilibrou-se para trás, e o barulho foi inconfundível:
TOC… TOC… TOC… TOC…
Quando o ônibus freou, a mesma coisa aconteceu, agora para frente:
TOC… TOC… TOC… TOC…
Na arrancada, novamente:
TOC… TOC… TOC… TOC…
E assim foi por várias vezes.
Num determinado momento, já incomodado com o barulho e, ao mesmo tempo tentando ser gentil, o pai das 16 crianças disse ao perneta:
– Perdão, mas eu gostaria de fazer uma sugestão ao senhor. Por que o senhor não coloca uma borrachinha na ponta do pau? Com certeza vai diminuir o barulho e incomodar menos a todos.
Imediatamente, o perneta respondeu:
– Agradeço a sugestão, mas se o senhor também tivesse colocado uma borrachinha na ponta o seu, há alguns anos atrás, estaríamos todos sentados, numa boa.

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Suely santos silva disse:

    A piada do perneta e otima
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk……….
    Suely-Belem(PA)Canudos.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.