Quando um casal, de marido e mulher, se separa e neste todo o tempo em que viveram em comunhão estiverem um filho, é necessário que, quem ficar com a guarda do filho, entre na justiça para pedir um pedido de pensão Alimentícia, esse procedimento pode demorar um pouco, mas é necessário, para que o responsável pela pensão possa ajudar o responsável pela criança a investir o dinheiro na criança e em seu futuro, se a caso ocorrer do responsável em pagar a pensão, não cumprir com a lei e não pagar a pensão basta o responsável pela criança entrar com um novo pedido a justiça e citar o que acontece ao juiz, rapidamente o responsável pela pensão será indiciado e terá um prazo para que ele dê o dinheiro por completo do tempo passado que ele não deu, e se por acaso ele se negar a fazer isso, ele pegará o mínimo de tempo de prisão que é de 30 a 90 dias, Com possibilidade de renovação de condenação de uma pena ainda maior. Uma criança não irá depender somente de dinheiro (Pensão Alímenticia), ele também precisará de auxilio médico, uniformes escolares, livros e mais coisas, que será pedida a parte para o responsável da pensão, pagas de acordo com a lei, para ajudar no sustento e na criação do filho. Assim, além de uma quantia em dinheiro, a mãe pode solicitar que o pai pague outras despesas.

Assuntos Do Artigo:

  • procedimento de pensão alimentícia
  • como é o procedimento de pensão
  • pensão alimenticia procedimentos
  • pensão alimentícia quais os procedimentos
  • procedimentos da pensao alimenticia