Entretenimento

Piscina E Segurança

Apesar do tratamento regular de manutenção da minha piscina, quais mais tipos de segurança podem adaptar a ela?

Abaixo algumas dicas de Segurança

Algumas medidas básicas podem ser tomadas para tornar ainda mais difícil a proliferação de microorganismos na piscina. São elas:

Para Todos os Nadadores:

* Não nade se você estiver com diarréia. Isto é especialmente importante para crianças de fraldas;

* Evite engolir água de piscina;

* Regras básicas de higiene para todos os usuários: Antes de entrar na piscina tem de se tomar uma ducha e lavar bem as mãos após usar o banheiro ou trocar fraldas.

Para os Pais de Crianças:

* Com freqüência leve as crianças ao banheiro e verifique as fraldas. Nunca esperar pelas crianças para pedir para ir ao banheiro, pois elas podem se empolgar e esquecer-se de ir e fazer lá mesmo ai já é tarde;

* Evitar fazer troca de fraldas próximas a piscina, leve a criança até ao banheiro;

* Antes de retornar a piscina sempre lave a criança com água e sabão.

Dicas Gerais de Segurança em Piscinas

Além de fazer a manutenção correta de sua piscina, nunca se esqueça de uma das seguranças principais para evitar os riscos de acidentes como um afogamento em sua piscina. Então siga essas dicas de segurança para preveni maiores constrangimento.

* Cerque sua Piscina com gradinhas;

* De preferência, use uma cerca em volta da piscina e feche o acesso com um portão que não possa ser aberto por crianças;

* Não corra: Ande, pois você pode escorregar;

* Os pisos das piscinas são locais escorregadios. Não corra na beira da piscina. Seja cuidadoso tanto ao entrar quanto ao sair. Use as escadinhas, quando disponíveis;

* Preste atenção antes de mergulhar;

* Muitos acidentes ainda são provocados por mergulhar de cabeça em água rasa. Conheça a profundidade antes de mergulhar, pois você não sabe o risco que pode causar um simples mergulho;

* Respeite suas limitações não queira chamar atenção quem pode se prejudicar é você;

* Nade somente em profundidades onde você se sinta confortável e com confiança;

* Nade acompanhado, pois se acontecer algo terá alguém por próximo para ajudá-lo;

* Mesmo que a piscina conte com salva-vidas, é útil manter uma companhia que o observe enquanto você nada – e vice-versa. Afinal os salva-vidas não nunca conseguiram ficar atento a todos que estão em sua volta;

* Evite brincadeiras violentas na piscina ou ficar montando pirâmide isso não é seguro;

* Brincadeiras de lutas e mesmo as de “cavalinho” na piscina devem ser evitadas. Uma batida da cabeça nas paredes da piscina pode levar à inconsciência e terminar em um afogamento;

* Se beber, não entre na piscina isso não ajudará a passar sua ressaca e sim em complicações;

* O álcool reduz seus reflexos e pode ameaçar a sua segurança e a das pessoas que estão com você na piscina;

* Mantenha sua piscina limpa e saudável;

* Sempre tome uma ducha antes de entrar na piscina;

* Nunca entre com comida ou bebida em uma piscina. Não apenas os respingos de bebida sujam a piscina como copos proporcionam o risco de depósito de vidro quebrado no fundo da piscina;

* Não traga sujeira para dentro da piscina;

* Evite roupas inadequadas na piscina, use o que é correto para um banho de piscina. Coloque trajes de banho corretamente para seu conforto tal como: biquíni, sunga e maiô.

Atenção Para os Riscos de Sucção:

* A água em piscinas é constantemente bombeada através do sistema de filtragem. Isto significa que a água está permanentemente sendo “puxada” para o filtro. Este tipo de procedimento que a água faz pode puxar seu cabelo e mantê-lo submerso até o afogamento.

* Recomendamos para pessoas que tem cabelos longos que é bom evitar nada com o cabelo solto, utilize sempre uma toca de natação isso fará com que você divirta – se com segurança.

* Evita ficar perto desses orifícios, pois por mais ingênuo que pareça ele pode prender não só seus cabelos como suas pernas e braços.

* Para precaução utilize na sua piscina grades de proteção nos pontos de sucção, para evitar esses tipos de problema.

Atenção Para as Armadilhas Submersas:

* Muitos utensílios de piscinas podem segurar uma pessoa debaixo da água. Algumas escadinhas possuem pequenos espaços que podem prender uma criança. Observe para que todos os “buracos” em sua piscina sejam ou pequenos demais ou grandes demais, de forma a não prender uma criança.

Atenção Para os Utensílios Quebrados e Pontas Afiadas:

* Utensílios quebrados (escorregadores, escadas, etc.), buracos no piso da beira da piscina e pontas afiadas podem causar cortes e machucados. Conserte qualquer problema que possa oferecer risco aos banhistas.

Crianças e Piscinas – Atenção Redobrada:

* Sabemos que a piscina é um local ótimo para o desenvolvimento das crianças em qualquer idade, mais temos que tomar um cuidado redobrado mesmo que a criança faça natação isso não significa que podemos deixá-la a “Deus dará”, pois uma criança pode se afogar em qualquer quantidade de água.

* Crianças precisam de supervisão permanente de um adulto quando estiverem dentro ou próximas de uma piscina.

Para o Máximo de Segurança Das Crianças Em Piscinas, Recomendamos:

* Aprenda a nadar e ensine também suas crianças. Esta medida é a mais recomendada para o uso de piscinas. Mais fique sempre de olha, pois a criança NUNCA deve ficar sem um adulto por perto!

* Deixar sempre o telefone por perto em caso de emergência, afinal nunca se sabe o que estar por vim é sempre bom busque treinamento em técnicas de 1º Socorros como respiração boca-a-boca, nem sempre os bombeiros chegam a tempo.

* Apesar de ter cercado sua piscina não deixe nada que facilite a entrada por cima da cerca para uma criança, pois a mesma sempre procura um jeito de entrar.

* Mantenha o equipamento básico de salva-vidas próximo da piscina e aprenda a usá-lo.

* Brinquedos dentro da piscina é bom evitar, isso chama atenção de crianças.

* Quando sua criança sumir de suas vistas, o primeiro lugar a procurar é na piscina, sempre olhe com atenção toda a profundidade.

* Bóias são importantes, mas não substituem a supervisão de um adulto sobre as crianças. Bóias podem esvaziar, escorregar e mesmo virar, deixando a criança em uma situação de risco.

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.