Beleza e Saúde

Tudo Sobre A Intolerância à Lactose

A intolerância à lactose corresponde à produção insuficiente ou nula de lactase, enzima essencial no processo digestivo da lactose. Esta enzima possibilita decompor o açúcar do leite em carboidratos mais simples para a sua melhor absorção. A lactose é o açúcar do leite, um dissacarídeo que com a ação da enzima lactase, transforma-se em dois monossacarídeos: glicose e galactose. Estes carboidratos simples, depois de formados, são facilmente absorvidos pelo corpo. No entanto, a falta ou deficiência na produção da lactase faz com que a lactose chegue até o intestino grosso sem ser absorvida pelo organismo. Ela é fermentada por bactérias causando gases e sintomas típicos de indigestão.

Os sintomas geralmente surgem poucas horas após a ingestão da lactose

Flatulência

Cólicas Abdominais

Diarréia ácida

Náuseas

O que Causa a Intolerância

Deficiência congênita da enzima: a criança nasce com um defeito genético que impossibilita a produção da lactase;

Diminuição na produção da lactase em consequência de doenças intestinais;

Deficiência primária: ocorre diminuição da produção da lactase como conseqüência do envelhecimento.

Tratamento da Intolerância à Lactose

Não existe nenhum tratamento que aumente a produção de lactase, mas os sintomas podem ser controlados através de dieta. O que se pode fazer é diminuir a quantidade de lactose ingerida no dia. Não há necessidade de cortar totalmente, basta que a quantidade consumidas ao dia seja reduzida. A tolerância é variável entre indivíduos e em um mesmo indivíduo ao longo do tempo. Aqueles que reagem mal mesmo a quantidades muito pequenas de lactose devem dirigir-se a um médico.

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.